Poucos e Bons



Às vezes, amigos aparecem na nossa vida, bom, de vários tipos, há os amigos que são seus amigos somente para compartilhar as coisas boas; há aqueles que traem, há os fofos, os que adoram a euforia de uma trepada... há também os falsos,  os amigos por conveniência,  que no fundo não se suportam, mas necessitam criar sua sã e hipocrita rodinha para não se sentirem sozinhos, enfim, milhares, porém, com todos esses amigos por perto, bom é mesmo saber que não se vive a esmo sem  os verdadeiros.


Eles são como irmãos; suportam nossas crises, riem de coisas bobas, falam bobagens, marcam um filme na casa de alguém mesmo que todos estejam sem nenhum centavo no bolso...ou dividem o pão na hora da miséria , da festa, ou na dancinha epilética do rock and roll; emprestam dinheiro quando necessário; ligam uns para os outros para saber se, apenas, está tudo bem; brigam, criticam e ainda dizem na boa que uma roupa é ridícula e não nos cai bem...e até sacrificam um domingo, ou o próprio dia de folga pra limpar um “apê” novo, se houver necessidade.


É lógico, que com todas essas características, não poderiam ser amigos comuns, porque amigos em grandes quantidades nem existem, esses são os especiais, e nos amam de alguma forma, mesmo com os nossos defeitos. A ajuda, um empréstimo, uma palavra, um sorriso, são gestos de amor, que numa amizade é essencial.


Amores entre amigos são divididos em pedaços; brigas sempre acontecem, mesmo em lugares públicos, e no momento da raiva, pensamos... “Ah, eu não vou falar mais com eles”, e depois de alguns minutos, horas, ou dias - coisa difícil nas grandes amizades- pedem desculpas, trocam abraços, risadas e contam novidades. Mas, há os amigos que somem, e voltamos a vê-los depois de algum tempo, no reencontro; coisa boa é saber que o sentimento continua o mesmo, isso é um gesto amor-amigo...


Também existem os “ex-amigos”, aqueles somem de vez, mas sempre nos deixam alguma experiência. Nem sempre estar rodeado de pessoas sorrindo a nossa volta, nos enchendo de abraços e beijinhos é amizade, muitas vezes, essas são as pequenas e medíocres amizades, que se encontra em qualquer esquina para batucar nos palquinhos da vida...


O importante mesmo são os bons e necessários, só não se compreende, se  nessa relação...  estes são simplesmente amigos, ou os(as) namorados (as), que mesmo que sejam amigos coloridos, a gente não beija daquele jeito.


K.C

23 comentários :

  1. tomei um susto da foto em cima pensei que esse site é porn.....

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto.

    Amizade, sempre importante, é ter alguém por "perto"... Não que seja necessário estar ao lado fisicamente, mas ao alcance nem que seja de um telefone.

    Amizades coloridas... Assim começaram alguns dos meus namoros, algumas vezes duradouros, outras vezes nem tanto... Mas o que importa mesmo é a cumplicidade que existia, a confusão de sentimentos acontece naturalmente, assim como o reconhecimento do que é real.

    Tenho amizades que não encontro há anos, num momento passado reencontrei uma destas amizades após cinco anos de afastamento completo, o mais interessante é que a amizade tinha aumentado exponencialmente.

    Não me prolongando(mais)...

    Alan Santos
    http://blog.alansantos.com.br

    ResponderExcluir
  3. bom ontem liguei para um migo que num via por uns anos! não sei pq tem uma faze em nossas vidas que ficamos de saco cheio de ver os mesmos amigos.... então procuramos por novas amizades, cursando uma facul, estudando em uma escola de música, uma academia...
    mas ontem mesmo percebi que amigos verdadeiros são para sempre, mesmo que vc fique por muitos anos sem ve-los!

    ResponderExcluir
  4. Os amigos são o ouro desta vida, muitas vezes se encontram o "ouro de tolo" que nos engana por algum tempo mas só o próprio tempo mostra o ouro verdadeiro. Amizades só se tornam fortes com adversidades, frustrações e corações partidos. Estes que ficam do nosso lado são o verdadeiro ouro. Parabéns pelo texto.

    ResponderExcluir
  5. Kelly, a orelha tá ardendo...hehehehhee... Mas vlw pelo puxão, to sumido mesmo.
    Esse tema é sempre bom de ser comentado. Amigos... Dia desses eu me peguei pensando nisso, nos amigos. Eu tenho uma linha de raciocínio, recém adquirida, sobre isso. Amigo bom não é aquele amigo que não sai da sua casa, nem que está ao seu lado o tempo todo. Um bom amigo é aquele que estará ao seu lado na hora que você mais precisar! Esse sim é seu verdadeiro amigo. Tenho poucos e muito bons amigos, e a gente tem uma relação sem pieguice, muito franca e autêntica. Eu não me permito enganar um amigo, ou dizer coisas que lhe agradem, se eu achar que aquilo irá lhe fazer mal. Mas não me permito ouvir que outros o critiquem! Eu posso, os outros jamais! AMigo meu nunca está errado diante da opinião alheia, e zelo para que de fato nunca esteja. Enfim, amigo é uma coisa tão maravilhosa, que é aquela pessoa que não vem na sua vida por imposição de laços familiares, ou quaisquer outros: é uma escolha mútua! É a mais sublime expressão do "bíblico" livre arbítrio!

    Abração!

    ResponderExcluir
  6. Uma vida sem amigos é uma coisa muito triste. Prefiro até morrer. Este ano, senti que alguns dos meus melhores amigos se distanciaram, acho que cada um estava vivendo seu momento da vida, um momento que eu tbm deveria estar vivendo se não houvesse me apegado há coisas passadas que só servem pra atrasar a gente. Contudo, sempre que vejo aquelas pessoas que me fazem sorrir, cada encontro, mesmo que seja uma coisa rápida, um oi, um cineminha ou até mesmo um lanche no final da tarde, é inesquecivel, e extremamente saudavel! Amizade faz um bem danado!

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. passei pra dar um olhadinho, pois vi teu comentário no asveras, e me surpreendi, gostei muito.....

    ResponderExcluir
  8. VISITA MEU BLOG?
    VISITA VISITA VISITA? *-*


    http://segueogabarito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Bem legal seus blogs, textos bem escritos, e, para quem gosta de poemas, textos mais elaborados, vai se deleitar nos seus blogs.

    Já o meu, apesar de ter um nome cristão e ter caráter cristão, eu tenho proposto um blog de assuntos gerais variando sobre os diversos temas.
    Não quero ficar bitolado em assuntos relacionados ao Evangelho, apesar de ser esse o assunto principal.

    Valeu pela visita no meu blog e já estou seguindo este aqui.

    Abração e fica com Deus.

    ResponderExcluir
  10. amigo de verdade é aquele que te ajuda e você nem sabe que ele fez isso. fanfarrão que se mostra pros outro dizendo "eu sou parceiro!" nem é digno de nota... belo texto!

    http://otiosukita.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. os amigos são corações quartinhos-de aluguel,
    são petalas, e encantan-nos o chão de flor



    www.premiom3.com

    Ganhe R$ 100,00 COM SEU BLOG
    PARTICIPE DO "MELHORES DE 2010"
    http://www.premiom3.com/2010/09/inscreva-se-ja.html

    ResponderExcluir
  12. Acho que teu texto foi providencial até para alguns que se sentiram descritos em algumas das classificações de amizade, né! heehhe

    O que é curioso nessa questão é quem tem gente que a gente sempre encontra e nada, em contrapartida há outros que de primeira já nos encantamos, nos identificamos e criamos laços vindouros! A amizade é assim, tem um quê de paixão, de romântica pra ser essencialmente o que é, ou o que se imagina ser.

    Só pra ressalvar, minha vez: tem alguns textos lá nos Versos que agora tem vídeos de registros de apresentações onde eu trabalhei os temas! Agora não só a leitura, mas também imagem e voz. Quando puder dá uma olhada!

    Quanto ao msn, entro pouco ainda, ás vezes fico invisível. Qualquer coisa é só deixar um recado, ás vezes tô on line.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Achei lindo, seu texto. Todos os tipos de amigos existem, mas os que realmente importam são aqueles que são como da família, né? Parabéns pelo blog =)

    ResponderExcluir
  14. Eu não sei o que é um amigo, ô! Tá, consigo até que encontrar algumas pessoas como as que você descreveu, mas ainda não sei o que é um amigo. Acho esses conceitos tão difíceis e difusos e totalmente abstratos. Não consigo. hahahaha.

    Mas eu gostei do amigo que não dispensa a "euforia" de uma boa transa. Acho que eu sou desses. Com todas as amigas que topam, pelo menos. E com a namorada (namoro aberto).

    Mas eu gostei. Eu não sei bem o que é amizade e não faço a menor questão de tentar saber ou de criar uma tipologia, tá bom do jeito que tá. Ultimamente eu tenho só vivido e deixado os conceitos pra lá. Que sejam. Ainda assim é bom, de vez em quando, encontrar por aí algumas definições que nos ajudem a delinear algumas dimensões da nossa existência.

    Muito bom, como sempre, Kelly.

    ResponderExcluir
  15. Adorei o texto, adorei o blog, adorei tudo por aqui. Estou seguindo com certeza.
    Me segue lá tbm e please, comente na ultima postagem, é pra alguem especial.

    ResponderExcluir
  16. belissimo texto e maravilhoso o contexto do seu blog....
    bjux
    se puder dar uma passada no meu
    http://danymarx.blogspot.com/

    ps: meu primeiro dia descobrindo esse mundo blogueiro =)entao se puder faça seu comentario mesmo q naum tenha gostado pois qualquer mensagem é construtiva....

    ResponderExcluir
  17. muito bacana sua visão sobre os diversos tipos de amizade, decepções e amores que construímos por eles.

    Sou seu fã!

    ResponderExcluir
  18. Pq será que todas as moças interessantes são de longe?

    ResponderExcluir
  19. Um verdadeiro deleite suas postagens. Parabens

    ResponderExcluir