Dona Flor e seus dois chiliques

Caminhando, vagando, caminhando, vagando, caminhando.Correndo, correndo, correndo, correndo,correndo.  Quatro passos em um. Dois almoços num jantar. Cinco leituras em um texto. Oito beijos americanos em um beijo francês. Apressada sim, mas não desesperada.


K.C

25 comentários :

  1. Olá,
    se sabe que seu blog é lindo né
    não entendi direito o que quis
    dizer nesse textinho ae rsrs
    deve ser mto complexo pra minha
    pobre mente entender algo, tadinha =P
    pelo menos confessei que não entendi
    pior uns que só falam nossa que lindo
    e num entenderam nada tambem ^-^
    se me conhece né sou assim mesmo
    te adoro bjusss

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda prefiro as coisas à moda francesa que americana. =)

    ResponderExcluir
  3. kelly, apressado come cru, vingança é um prato servido frio, mas chega de ditados(rsrs). Correr, correr vagar a vagar, para chegar aonde? A um belo texto como o seu, um poema de gente grande. Grande são os sentimentos que levam a gente as palavras e as letras que transformam o caos em ordem. Parabéns pelo texto. esta muito bacana.

    ResponderExcluir
  4. Gatíssima, esse post me lembrou de um sonho que eu tive um vez qndo eu sonhei que estava correndo, correndo, correndo e acordei morto de cansado hehehe... parece brincadeira mais é verdade :) grande abraço do amigo @ericopena

    ResponderExcluir
  5. parece a minha vida...o chilique vem quando o pc da pau.... ToT

    ResponderExcluir
  6. vim ao seu blog, li umas quatro postagens (deixa eu ver se lembro de cabeça: a da solidão; aquela que tem a imagem do relógio, em que você define uma série de palavras de um modo poético; e essa daqui. Foram só três, na verdade). E assisti ao filme recomendado. asuhasuhasuhas

    São 04:10 agora e sorte que eu não tenho aula amanhã. Vou dormir muito.

    e eu não entendi essa postagem. Normalmente é assim contigo, eu venho, leio suas palavras, leio todos os comentários (costuma haver mais), e aí eu releio sua postagem e compreendo um tanto. Mas dessa vez tem tão poucas opiniões.

    não entendi e eu tô morrendo de sono. asuhsauh

    gostei do filme!
    ninguém conseguiu descobrir como ele fazia pra achar o dinheiro.
    Que bonito, cara.
    gostei mesmo.
    e ver o tom hanks me deixou com vontade de assistir forest gump. hasuhsauhsa

    beijo, beijo, kelly.

    ResponderExcluir
  7. as horas passam, e quando percebemos já é quase noite! acho que todos nós temos mêdo de não concretizar nossos planos dentro do prazo que estipulamos. muitas vezes eu ouço rádio, uso o pc com a TV ligada ao mesmo tempo rs rs mas consigo conciliar tudo rs acho que é mais ou menos isso que vc quis expressar no seu texto!

    ResponderExcluir
  8. Você deixou o link lá no papeis de circunstâncias e eu vim mesmo.como tudo ocorre rapidinho nesse nosso mundo desesperado(as horas passam ,e quando percebemos já é noite!) ,já to te seguindo.me senti muito bem aqui ,numa exitante viagem literária.Gostei muito dos textos ,são bem bolados.vou voltar mais vezes prá analizar mais coisas com mais "calma".abraço

    ResponderExcluir
  9. desesparada nao é voce, é o mundo minha querida ;)

    ResponderExcluir
  10. Ah, adorei seu blog. :D

    http://blabl0g.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. e todo dia ela faz tudo sempre igual...

    ResponderExcluir
  12. Acho que pra tudo isso, ela precisa de bastante tempo.

    www.teoria-do-playmobil.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá,

    Meu nome é Ariany, eu represento o Blog Vestibular, da FECAP (Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado).
    Primeiramente lhe parabenizo pelo seu blog e pela postagem.
    Gostaria de lhe convidar a conhecer e opinar num ambiente repleto de informações sobre educação: http://blogvestibularfecap.blogspot.com/

    Conto com a sua visita!
    Até mais!

    ResponderExcluir
  14. Hahahahaha...
    Eu sempre estou apressado (e atrasado) e quase sempre desesperado! xD

    ResponderExcluir
  15. Curto, corrido, verdade...

    http://apenas-daniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Bom, muito bom... Altos chiliques ein. kkk. Eu entendo(ou tento) um pouco essa solidão. Viver num local em que você não se sente bem, dá vontade de fugir, acabar o que tem que fazer e nunca mais voltar. Mas tente aproveitar o máximo, por mais que a tarefa seja ingrata... tenha prazer, mesmo que esse momento seja uma fração de segundo. Apressado sempre estamos... mas do que estamos correndo? da solidão? do medo? é uma coisa a se pensar..
    Bjos, e tentarei postar mais comentários ok? T+, abraços

    ResponderExcluir
  17. hahahahaha, eu ri lendo esse texto, amei o teu blog rs *-*

    http://apamelars.blogspot.com :D bj

    ResponderExcluir
  18. "Oito beijos americanos e um beijo frances" foi a parte que mais gostei hehehe...

    ResponderExcluir
  19. É sintetizar uma quase aflição... que se não vem da personagem, vem dos leitores! É lindo!
    mancadaissodai.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Apesar de não entender, eu gostei xD

    Eu deixei um selo pra ti no meu blog. Até ^^

    ResponderExcluir
  21. Olá! estou te seguindo rs abraços

    ResponderExcluir
  22. Olha, apesar de não ter conseguido muito bem interpretar as suas palavras, senti que você fez um texto bem interessante e legal, com um jogo de palavras e sentidos que nos deixam curiosos. Mexe com a imaginação.

    ResponderExcluir
  23. Achei bem interessante essa abordagem, gostei do texto e vou te seguir, beijos e boa semana!
    http://yaseryusuf.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Gostei do post, do Blog e principalmente da cor de fundo roxa... demais!


    Oh yeah!

    F.

    ResponderExcluir